Com novo nome e escudo, futsal de Taubaté visa ao crescimento da modalidade e do projeto

27 Jan 2018

 

Depois de representar a cidade por sete anos, ADC Ford dá lugar ao Taubaté Futsal e diretoria terá novos desafios para a temporada 2018

O presidente Alan Victor exibe a nova camisa do Taubaté Futsal para a temporada 2018 (foto: Top 10 Comunicação)

 

Em 2017, a ADC Ford conquistou o segundo maior título do futsal do estado de São Paulo para a cidade de Taubaté ao ser campeã da Copa Paulista. Neste ano de 2018, porém, uma série de novidades trará desafios para a diretoria taubateana. Entre eles estão a mudança do escudo e do nome do time, que passará a ser Associação Desportiva Taubaté Futsal, além da saída de alguns dos jogadores que fizeram parte do elenco campeão.

 

O presidente Alan Victor, juntamente com o diretor André Coutinho, está à frente do projeto que resgatou o futsal na cidade e falou um pouco sobre as mudanças que, segundo ele, poderão ser muito positivas para o crescimento do esporte e a popularização da modalidade em Taubaté. Confira a entrevista:

 

Por que o time mudou de nome e como surgiu essa ideia?

 

O time mudou de nome porque, como todos sabiam, eu era presidente da ADC Ford e minha gestão se encerrou em 2017. Para termos uma autonomia e identidade ainda maior com a cidade, criamos a Associação Desportiva Taubaté Futsal para dar continuidade ao projeto, que está indo para o oitavo ano. Assim, desvinculamos o nome de um clube, que já levava o nome de uma empresa multinacional, e nos aproximamos mais com os torcedores da cidade.

 

Você acredita que a mudança pode afastar os torcedores ou, pelo contrário, poderá ajudar a atrair ainda mais público nas partidas?

 

Essa mudança, em termos de torcida, só é benéfica, porque integra ainda mais a população com os atletas e a comissão técnica, já que muitos dos integrantes do time são nascidos e criados em Taubaté.

 

Como é a parceria do time com a Prefeitura?

 

A nossa parceria com a Prefeitura é fundamental para a existência e continuidade do projeto. Ela acontece via Fundo de Assistência ao Desporto Amador de Taubaté (FADAT) e precisa de uma entidade desportiva para destinar o dinheiro e investir no esporte. Por termos uma confiança e credibilidade por tudo aquilo que foi construído ao longo dos últimos sete anos, conseguimos renovar essa parceria e tenho certeza que poderemos colher ainda mais frutos em um futuro não muito distante. O município aporta toda a questão de bolsa auxílio, alimentação, entre outras questões de infraestrutura do projeto como um todo e nós, em contra partida, conseguimos os patrocinadores que complementam todo o orçamento anual.

 

Qual sua opinião sobre o elenco montado para este ano? Acha que o Taubaté poderá brigar por títulos como no ano passado?

 

Todos sabem da nossa política de buscar a manutenção dos jogadores, mas infelizmente a maioria dos atletas do ano passado optou por seguir outro caminho. Mesmo com as saídas, acredito que conseguimos repor as baixas à altura e tenho certeza que neste ano vamos vir tão fortes como na temporada passada. Óbvio que precisamos fazer a pré-temporada e os amistosos para sentir a adaptação e o progresso da equipe, mas, a princípio, conseguimos trazer jogadores com características muito semelhantes àquelas do ano passado.

 

Qual o balanço que você faz dos sete anos que o time permaneceu como ADC Ford?

 

Primeiramente gostaria de agradecer aos funcionários, associados e diretores que estiveram comigo ao longo desses sete anos. Foi uma experiência muito positiva, tanto no clube quanto no futsal. Sem a ADC Ford, dificilmente teríamos conseguido iniciar esse projeto. Começamos de um modo semi profissional em 2011, ainda na gestão do antigo prefeito, e desde então viemos melhorando ano a ano graças também ao respaldo e estrutura física que a ADC Ford nos permitiu, principalmente na questão de moradia e academia dos atletas. Isso, para o clube, teve um retorno de imagem bastante positivo, já que hoje é uma entidade reconhecida em âmbito nacional.

 

TEMPORADA 2018: A volta aos treinos do Taubaté Futsal está prevista para acontecer no dia 19 de fevereiro, já focando a disputa da Liga Paulista, ainda sem previsão de início. Do elenco campeão da Copa Paulista 2017, nove jogadores permaneceram (Kauê, Pezão, Nenê, Vinícius, Jojô, Felipe Reis, Gustavo, Berrío e Vitinho) e outros sete foram contratados (Fabinho, Lelê, Japa, Bob, Felipinho, Dasaiev e Victor Cardelli). O técnico Leandro Reis também vai permanecer no comando do time por mais uma temporada.

Please reload

MULTIMÍDIA

Please reload

2019 09 11 - bones 3.png
2019 09 11 - produtos oficiais 3.png
prefeitura taubate.png
2019 09 18 - sicoob.png
valecap.png
cunzolo.png
constroi barato.png
academia do suplemento.png
scalla odonto.png
rt sports.png
agua moreira.png
tropical.png
byopharmacy manipulcacao taubate.png
top 10 comunicacao.png
fisiosports.png
studio pilates virginia carrara.png

Taubaté Futsal | Copyright © 2011-2019 | Desenvolvido por Top 10 Comunicação