Taubaté empata com Mogi e adia a classificação à próxima fase


Apesar do resultado, Taubaté segue na liderança e só depende de si para se classificar

Não foi o resultado esperado, mas o empate em 1x1 entre o Taubaté Futsal e o Mogi das Cruzes manteve o Taubaté na liderança do Grupo 1, pelo menos até a partida entre Yoka e Brutos, que acontece neste fim de semana; o Mogi também segue na vice liderança. O Taubaté depende só de suas forças para selar a classificação, inclusive com a oportunidade de encerrar a primeira fase na liderança do grupo.


Querendo garantir a classificação nesta sexta-feira, o Taubaté pressionou desde os primeiros minutos, mas a experiente equipe de Mogi soube resistir a pressão. Aos 15 minutos de jogo, após um passe de Nenê, Thiago Cabeça conseguiu vencer o goleiro Pezão, que já se destacava por defesas difíceis contra o ataque taubateano. Após levar o gol, Mogi tentou uma reação ainda no primeiro tempo, mas não foi bem sucedido e levou a desvantagem para o intervalo.



Como era de se esperar, os visitantes voltaram para a segunda etapa tentando reverter o resultado e foi a vez de Taubaté mostrar força na defesa, sem, no entanto, abrir mão do ataque; o goleiro Pezão seguiu aparecendo com boas defesas. Aos 8 minutos do segundo tempo, Taubaté perdeu o fixo Jojô, que levou o segundo cartão amarelo, transformado em vermelho; logo depois, foi a vez de perder o ala Gilbert, que saiu lesionado. Mogi aumentou a pressão, sem resultados e, quando faltavam 3 minutos para o fim, colocou o goleiro linha em quadra. Literalmente no último lance, com 10 segundos faltando no cronômetro, a bola de Mogi conseguiu cruzar a área, encontrando Kaká, que não desperdiçou e decretou o empate por 1x1 como resultado final do jogo.


O Taubaté Futsal segue na liderança do grupo 1, com 8 pontos; Mogi vem na segunda posição, com 7; Yoka e Brutos, que jogam no sábado, dia 24, em Limeira, estão em terceiro (com 6 pontos) e quarto lugar (com 4 pontos), respectivamente. Na próxima rodada, o Taubaté viaja até Guaratinguetá, para enfrentar o Yoka, dependendo apenas das suas forças para se classificar e garantir a primeira colocação do grupo; o Mogi recebe o Yoka e as duas partidas serão na quinta-feira, dia 29, às 19 horas.



“Nós jogamos muito bem, criamos muitas oportunidades e até merecíamos mais gols, então ficou um gosto de derrota. Agora é pensar no próximo jogo, porque dependemos só de nós mesmos para classificar; perdemos o Jojô e acho que perdemos o Gilbert também, eles farão falta e temos que trabalhar uma estratégia diferente para o próximo jogo”, analisou o técnico do Taubaté Futsal, Leandro Reis.


O goleiro Jholl saiu frustrado com o resultado, mas consciente da posição do Taubaté na tabela e da força da equipe: “Ficou o gosto de derrota, mas o time teve uma entrega total; eu fiquei feliz com o grupo, com a dedicação durante o jogo, apesar da tristeza de tomar o gol faltando dez segundos. Nós estamos vivos no campeonato e agora é pensar no Yoka, trabalhar forte durante a semana e ir para Guaratinguetá buscar a vitória e a liderança do grupo”.

Elenco

Goleiros: Jhol, Vitão, Kauê e Pedro

Beques: Alisson, Jojô e Otávio

Alas: Lelê, Gilbert, Juninho, Vitinho, Peretta e Gustavo

Pivôs: Nenê, Thiago Cabeça e Victor Pires

APOIO: O Taubaté Futsal tem o apoio da Sicoob, Ortoclínica Taubaté, Legacy Engenharia & Consultoria, Academia Cunzolo Acqua, Tropical Sucos Naturais, Fisiosports, RT Sports, Academia do Suplemento, Scalla Odonto, Byopharmacy Manipulação, Studio de Pilates Virgínia Carrara e Locomotiva Comunicação.

29 visualizações